terça-feira, 29 de julho de 2014

segunda-feira, 28 de julho de 2014

REFLEXÃO - Pedimos Pela PAZ em Gaza.





DESEJAMOS PAZ ENTRE ISRAEL E PALESTINA







Orar…meditar…rezar…refletir…pedir…

Todos os termos nesse momento são validos e também não me refiro a qualquer religião em particular.  Eu quero apenas que você com sua fé peça PAZ a Israel e Palestina,  a única intenção é que em uma corrente de pensamentos positivos a paz possa reinar entre esses povos.

Quando se trata de VIDA os interesses políticos, religiosos e até mesmo culturais não entram em mérito.

O mérito de nossa corrente de pensamentos positivos são pelas VIDAS de milhares de inocentes que estão sofrente nesse momento pela tentativa de sobreviver ou por estarem nesse momento tentando superar suas perdas irreparáveis.

Paz…Paz…Paz…é o que desejamos a esses dois povos…PAZ.










A campanha “Nós não queremos você aqui”, da Parents Circle - Families Forum (PCFF), lança mensagem para promover tolerância e paz entre pessoas de Israel e Palestina. Cerca de 600 famílias que perderam alguém querido no conflito compõem a organização.

No vídeo, a mensagem “Nós não queremos você aqui” é dita nas duas línguas: hebraico (Israel) e árabe (Palestina).

Assista:






domingo, 27 de julho de 2014

Manifestante Gato - Rafael Lusvarghi








Loiro Lindo Peludo e de Olhos Verdes este é Rafael Marques Lusvarghi, 29 anos o Manifestante Mais Gato do Brasil .
Lusvarghi nasceu em Jundiaí, numa família de classe média. A mãe é professora formada em Biologia e o pai, de quem ela é separada, gerencia uma pequena empresa em Minas. É o mais velho de quatro irmãos. Um deles conta que, desde pequeno, Lusvarghi sonhava alistar-se na Legião Estrangeira da França. Aos 18 anos, comprou uma passagem para aquele país, onde morou por três anos - como integrante da tropa, segundo disse a familiares.





 Prestou concurso para soldado da Polícia Militar em São Paulo e ficou na corporação entre março de 2006 e julho de 2007. O motivo de sua saída é desconhecido, mas em agosto ele já prestava um novo concurso, desta vez para ser PM no Pará. Aprovado, permaneceu na corporação até 2009 e, mais uma vez, saiu antes de concluir o curso de oficial.




Partiu, então, para a Rússia. Em 2010, mudou-se para Kursk, cidade onde ocorreu uma das mais importantes batalhas da Segunda Guerra Mundial. O que fez lá ninguém sabe. Segundo parentes, teria estudado administração e tentado alistar-se no exército russo. Como não conseguiu, regressou ao Brasil.







 Logo depois de chegar, em janeiro deste ano, iniciou uma viagem de um mês e meio entre Colômbia e Venezuela. Disse ao irmão ter "feito contato" com as Farc neste período - e não gostou da experiência. Na volta, instalou-se em Indaiatuba, no interior paulista, onde começou a trabalhar como professor de inglês e técnico de informática.

Aficionado pela história russa e pela cultura militar, Lusvarghi coleciona álbuns com retratos dos líderes da Revolução Russa e do período comunista. Fotos de exércitos, tanques e armas também estão no seu acervo. Obcecado por vikings, tem tatuada no braço a palavra Berserk, nome de um mangá, posteriormente transformado em anime, inspirado nos guerreiros da mitologia nórdica.
















sábado, 26 de julho de 2014

Lindo Russão Alexander Krupov





















Camisinha que combate HIV, herpes e HPV será lançada nos próximos meses.







Uma camisinha projetada para combater o HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) está prestes a ser lançada na Austrália, após a autoridade regulatória daquele país abrir caminho para a produção em massa da novidade.

O preservativo possui um lubrificante com antiviral, chamado VivaGel. Nos testes, o composto se mostrou eficaz na desativação de 99,9% dos vírus da Aids. Além disso, eliminou o herpes vírus e o HPV, além, claro, de proteger contra a gravidez.








O produto será vendido pela empresa Biotech Starpharma, em parceria com a Ansell, que é responsável por 70% do mercado de preservativos na Austrália. Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, representantes das companhias disseram que o produto chegará em breve às prateleiras.

Não há previsão de quando o produto estará disponível no Brasil, que, assim como noBrasil  a Austrália, registrou aumento no número de novas infecções por HIV no último ano, apesar de a média global ter diminuído.

A proteção extra oferecida pelo gel pode ser bem-vinda, mas vale lembrar que, mais importante que o tipo de camisinha, é seu uso correto e constante.